Estes são os carros que nos viram crescer e nos quais nos sentávamos ao volante sem chegar aos pedais. Conservados com paixão e guardando parte das nossas memórias, eles aí estão para serem admirados.

Quarta-feira, 13 de Maio, 2009

"O tamanho, a elegância,  o sortido de cores ou simplesmente a simpatia que nutre e não deixa ninguém indiferente, são algumas das razões que levam o MINI às luzes da ribalta, 50 anos depois de ter surgido! Mas afinal como é que tudo aconteceu?

O MINI surge como resposta da inglesa BMC à crise do Médio Oriente, quando os árabes descobrem o poder que podem ter ao controlar as fontes de petróleo que abastece o mundo inteiro... resumindo, a gasolina começa a faltar.

É aqui que surge a necessidade e o boom de carros pequenos e económicos um pouco por toda a Europa. É necessário racionar o petróleo.

Alec Issigonis, Chris Kingham e Jack Daniels, foram os três homens que idealizaram e concretizaram conjuntamente o MINI, com perspicácia e com os pés bem assentes na terra!

Em Agosto de 1959, os MINIS saem para a rua e a verdade é que desde então, o sucesso é cada vez maior, ao ponto deste pequeno – grande carro, que foi feito para vulgarizar, se tornar um ícone, objecto de adoração para muitos!

Há coleccionadores um pouco por todo o lado. Possuem dezenas e dezenas de verdadeiras relíquias e recusam-se a escolher uma como preferida! Tratam-nos quase como filhos e vão aumentando a colecção, uns pelo simples prazer de os recuperar, outros para deixarem de herança aos netos e outros ainda pelo gozo de os admirar na garagem mais do que esgotada!

Se és daqueles que sorris só de o ver passar, então espera por Julho, altura em que o Clube Mini de Portugal vai reunir os fãs da Península Ibérica, em Gouveia. Aí sim, vais ver obras de arte como nunca viste!"

 

Fonte: Movijovem

Autor: Maria Delgado

publicado por Clássicos de Beja às 20:16

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro